Cidade Destaques Saúde

Inverno: Tempo seco e frio! O Pneumologista Dr. Nívio Teixeira alerta sobre as doenças dessa época.

 

Com o tempo seco e as baixas temperaturas, comuns nos meses de inverno, os problemas respiratórios começam a surgir com mais intensidade. De acordo com especialistas, a baixa umidade do ar e o tempo frio criam condições que facilitam a propagação de vírus, entre eles, os que causam gripes e resfriados.

Em entrevista ao Hoje Cidade, o Clínico Geral e Pneumologista, Dr. Nívio Alves Teixeira, falou a respeito das doenças dessa época e alertou sobre os cuidados a serem tomados. Confira:

Como se cuidar durante o inverno para evitar os problemas respiratórios?
No período do inverno, as doenças viróticas e respiratórias tendem a circular mais. Normalmente nessa época, ficamos em locais fechados devido ao frio, inclusive em restaurante, por exemplo, a tendência é ficarmos do lado de dentro com as janelas fechadas, o que favorece a circulação dos vírus e, consequentemente, o aumento da transmissão, principalmente nesse momento em que a Covid aumentou.

Quais as doenças mais comuns neste período de inverno?
As doenças alérgicas, dentre elas a asma e a rinite alérgica, tendem a descompensar mais no período do frio. É Muito importante nesse momento as pessoas otimizarem o tratamento para asma e rinite, mantendo-o regular. No caso do asmático usar as bombinhas, se for preciso, aumentar a dose sob orientação médica, assim como na rinite usar soro fisiológico, além do medicamento que já tinha sido prescrito. As pessoas nesse período devem estar bem agasalhadas, evitando grandes aglomerações e fazendo uma boa hidratação, que ajudam muito.

Neste período de seca, aumentam as chances de desenvolver doenças, principalmente as respiratórias e as de pele?
No período de frio o ar fica mais seco, o que significa que a umidade relativa do ar está baixa e em consequência disso, a poluição ambiental fica mais em suspensão, então, passamos a ter um ar mais poluído. O próprio clima seco e um ar poluído é uma agressividade às vias aéreas, com uma pequena desidratação delas e isso favorece as doenças pulmonares e ajuda também na penetração dos vírus.

Quem deve se proteger mais?
São os pneumopatas ou os portadores de doenças pulmonares crônicas como, o enfisema pulmonar, a asma devido à chance maior de contrair mais vírus e de descompensação de suas doenças. Neste período aumenta o número de internações por doenças respiratórias e consequentemente o risco de morte.

Qual a importância da utilização da máscara?
Não era do nosso costume como os orientais, que já usavam para evitar a transmissão de viroses. Nós passamos a ter esse hábito por causa da Covid. Espero que isso tenha servido de lição e experiência para podermos usar com o intuito de diminuir a transmissão de qualquer outro vírus respiratório. Se a pessoa tem um quadro gripal, deve usar para evitar a transmissão nos locais, principalmente a máscara cirúrgica e outras adequadas, que melhor conseguem impedir a penetração dos micro-organismos. A máscara vai evitar, em caso de tosse e mesmo durante a fala, aqueles aerossóis (gotículas de líquido de secreções onde estão os vírus) que são emitidos pelas vias aéreas, a transmissão do vírus, principalmente a Covid que é muito transmissível. Normalmente as doenças viróticas como, influenza ou resfriado, produzem febre, tosse, coriza e dores musculares em torno de cinco a sete dias.</CW>

Quando procurar atendimento médico? E a automedicação?
Pacientes com persistência de tosse e com secreção escura, devem procurar atendimento para reavaliar outras possibilidades como, pneumonia e sinusites. A automedicação deve ser evitada, usando apenas analgésicos e antitérmicos nos quadros viróticos e uma boa hidratação é muito importante pois, ajuda a eliminar o vírus mais rápido do corpo.

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado