Alvaro Vilaça Colunistas Esporte

Confira os destaques da Coluna Tempo Esportivo desta quarta (04)

Depois de confirmar o amistoso contra o Japão, em Tóquio, no dia 6 de junho, a CBF definiu a agenda completa de preparação para o mês de junho da Seleção Brasileira masculina. Os outros jogos estão marcados para o dia 2 de junho contra a Coreia do Sul, em Seul, e diante da Argentina, dia 11, em Melbourne, na Austrália.

O jogo amistoso contra os argentinos já tinha até venda de ingressos para o estádio Melbourne Cricket Ground, mas havia incompatibilidade de agenda com a Associação de Futebol da Argentina (AFA), porque eles vão jogar contra a Itália, no duelo do campeão sul-americano contra o europeu, no dia 1º de junho. Mas as arestas foram aparadas.

A agenda de jogos da Seleção Brasileira terá prosseguimento em setembro e a preparação seguirá até a estreia na Copa do Mundo do Catar, em novembro. Veja:

Programação de partidas em setembro:

Brasil x México – amistoso

Brasil x Argentina – valendo pelas Eliminatórias (jogo atrasado remarcado pela Fifa)

Copa do Mundo – em novembro e dezembro:

Apresentação prevista para 14 de novembro – com treinos em local a ser definido na Europa

Dia 24 – 16h – Brasil x Sérvia

Dia 28 – 13h – Brasil x Suíça

Dia 2/12 – 16h – Camarões x Brasil

Se passar por todas as fases e chegar à decisão, o último jogo do Brasil em 2022 será no dia 18 de dezembro.

INGRESSOS: A Fifa encerrou na semana passada mais um período de venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2022. A entidade máxima do futebol recebeu cerca de 23,5 milhões de pedidos de ingressos na última etapa de sorteio de seleção aleatória.

Os maiores números de aplicações por ingressos são dos seguintes países: Argentina, Brasil, Inglaterra, França, México, Catar, Arábia Saudita e Estados Unidos. A Fifa informou que do Brasil foram mais de 408 mil aplicações.

Dos quatro jogos da fase de grupos com maior procura, três são da Argentina: contra México, Arábia Saudita e Polônia. A outra partida com mais aplicações foi entre Inglaterra e Estados Unidos.

CUSTOS: A viagem e hospedagem em Doha, capital do Qatar, vai custar um bom valor para os brasileiros. Por pessoa, o gasto estimado é de ao menos R$ 30.000,00 apenas em passagens aéreas e 7 dias de hospedagem. Para assistir aos principais jogos, uma semifinal e a final, o investimento vai de R$ 35.000,00 a R$ 150.000,00, dependendo das partidas e lugares nos estádios.

Os ingressos da Copa de 2022 estão sendo vendidos em dólar. O real foi a 16ª moeda que mais desvalorizou em relação ao dólar no mundo nos últimos 12 meses. Segundo a cotação atual, um dólar vale, aproximadamente, R$ 5,00.

Tempo Esportivo

 1º Tempo

O Cruzeiro apresentou, em seu relatório anual de 2021, dois novos acordos com a União referente a dívidas do clube. Ambos ocorreram em meio à transição da Associação para a SAF nos primeiros quatro meses deste ano, conforme divulgação.

O Cruzeiro informa que a dívida foi parcelada em 145 parcelas mensais e sucessivas, com possibilidade de redução do débito através do “pagamento com redução de até 100% (cem por cento) do valor dos juros, das multas e dos encargos-legais, observado o limite de até 70% (setenta por cento) sobre o valor total de cada débito objeto da negociação.”

Enquanto isso, O Cruzeiro teve melhora na sua situação financeira, mas bem tímida. A Raposa apresentou aos conselheiros do clube o seu balanço de 2021, que mostrou um prejuízo de R$ 113 milhões na temporada passada. Com isso, a velocidade do endividamento foi reduzida, mas o “rombo” nos cofres segue grande, voltando a superar a casa do R$ 1 bilhão, mais precisamente R$ 1.016.847,00 em dívidas.

A melhora financeira da Raposa é a queda do déficit, que caiu de R$ 226, 5 milhões, de 2020, para os R$ 113 milhões em 2021, quase 100% de redução de um ano para o outro.

Além da queda no déficit, houve aumento das receitas, que saltaram de R$ 118,8 mi em 2020 para R$ 138 mi em 2021. As despesas diminuíram de R$ 275,2 mi em 2020 para R$ 176,9 mi em 2021.

Mesmo com melhorias, a situação segue crítica, com alto volume de empréstimos, de R$ 14,5 milhões em 2020 para R$ 33,4 milhões em 2021, dívidas trabalhistas que saltaram de R$ 91 milhões em 2020 para R$ 127 milhões em 2021.

2º Tempo

Bastidores movimentados! Estimada em R$ 650 milhões, a obra da Arena MRV teve aumento considerável devido às contrapartidas (obras exigidas pelo município para viabilizar todo o empreendimento) que elevaram o valor em 30% (R$ 870 milhões no total). Para tentar um acordo e chegar numa porcentagem ‘aceitável’, o Atlético já dialoga com a nova administração da Prefeitura de Belo Horizonte, comandada por Fuad Noman (PSD).

O presidente do alvinegro, Sérgio Batista Coelho, destacou que parte das obras de contrapartida devem ficar prontas ainda neste ano, mas, para quitar o restante, o clube deve precisar de algum tempo para ir cumprindo. Para ele, os valores são exorbitantes e muitas obras foram exigidas na negociação. Fazendo uma comparação: o Allianz Parque, do Palmeiras, as contrapartidas ficaram em R$ 18 milhões. A do Corinthians, em R$ 12 milhões. Tudo aproximadamente. As da Arena MRV ficarão acima de R$ 200 milhões, podendo chegar a R$ 240 milhões. É totalmente desproporcional, segundo as palavras do mandatário do Galo.

A Arena MRV tem previsão para ser inaugurada em 25 de março de 2023, data em que o Atlético completará 115 anos de existência. A diretoria do clube trabalha com a possibilidade de convidar um grande clube do futebol europeu para participar do jogo festivo que irá marcar a abertura da casa própria do Galo!

 

Por Álvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

julho 2022
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado