Alvaro Vilaça Colunistas Esporte

Confira os destaques da Coluna Tempo Esportivo desta segunda (25)

Vitória sobre o Cuiabá deixou o Galo com 11 pontos de vantagem sobre o Fortaleza e a 13 do Flamengo - Foto: Fernando Michel

1º Tempo

 

Pelos números de probabilidade, após a realização da 28ª rodada, o título do Campeonato Brasileiro está mais próximo do Atlético. São mais de 95% de chance de vencer a competição. Uma vitória de virada contra o Cuiabá, por 2 a 1, vantagem ampliada para o principal concorrente (13 pontos), e a torcida em êxtase. Faltam 10 rodadas para exorcizar um velho fantasma.

Pés no chão, humildade, maturidade, respeito ao adversário, análise mais fria da tabela. Tudo isso faz parte do trabalho interno e do discurso público dos atletas e da comissão técnica do Galo. Nem a torcida se deixa levar pela empolgação. O Flamengo tropeçou, mas ainda pode diminuir a distância para sete pontos. Por outro lado, o futebol apresentado indica o Atlético campeão, após 49 anos perseguindo o bicampeonato nacional.

Os próximos 40 dias, certamente, serão os mais longos da vida de muitos atleticanos. A ansiedade é enorme, mas ainda falta um tempo para que as coisas sejam definidas. O futebol apresentado indica título para os alvinegros, a matemática também, mas se essas tendências não forem confirmadas dentro de campo, de nada terão adiantado!

 

2º Tempo

 

Já se foram 70 rodadas para o Cruzeiro desde o início da caminhada na Série B, em 2020. Todas elas sem o time, que completou 100 anos nesta temporada, aparecer entre os quatro primeiros colocados, que garantem o acesso à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro.

As dívidas do clube chegam a quase um bilhão de reais. Mesmo assim, o Cruzeiro foi ao mercado e contratou 23 jogadores em 2020. Sem contar os nove atletas que voltaram de empréstimo. No fim do ano, 12 jogadores deixaram o elenco principal.

Em 2021, a crise financeira do Cruzeiro continua, e mais 17 jogadores foram contratados pela direção do clube. Ao todo, foram mais de 40 nos últimos dois anos. Importante ressaltar que, em parte desse período, a Raposa esteve proibida de registrar atletas, devido a punições da Fifa, por causa de dívidas não pagas com clubes do exterior.

Atualmente, Vanderlei Luxemburgo dirige o Cruzeiro na disputa da Série B. Técnico vencedor, experiente e com passagem importante na história centenária do clube. Assim como Felipão, que se demitiu em janeiro, ele foi contratado após a diretoria apostar em treinadores de perfis variados como Felipe Conceição e Mozart.

Todos eles fecham a conta de sete técnicos contratados pelo Cruzeiro em dois anos. Um treinador a cada três meses.

Para continuar em 2022, Vanderlei Luxemburgo pede a mesma condição imposta quando acertou com o clube, em agosto: que os salários de funcionários e jogadores do Cruzeiro sejam colocados e pagos em dia.

Sendo assim, a bola segue com a diretoria e os investidores. É preciso mudar, radicalmente, os rumos do departamento de futebol. Já são três anos longe da elite do futebol brasileiro. O torcedor não aguenta mais!

Por Álvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

julho 2022
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado