Destaques

Com taxas menores, cooperativas de crédito ganham preferência na busca por planos de previdência privada

O número de brasileiros que têm procurado pela previdência privada aumentou nos últimos anos. De acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), de janeiro a junho de 2021, houve um aumento de 42% na captação liquida. A alta na procura começou em 2019, depois que a reforma previdenciária deixou muitas pessoas preocupadas com a aposentadoria e se intensificou com a chegada da pandemia. As preocupações em garantir um futuro de qualidade estão tomando um grande espaço na sociedade.

Os planos de previdência privada foram criados, justamente, para proporcionar mais segurança, através de um planejamento financeiro de longo prazo, àqueles que desejam complementar a renda da aposentadoria, conquistar independência financeira ou até mesmo investir no futuro dos filhos. Segundo Ivan Krug, gerente e responsável técnico da Ailos Corretora, quanto mais cedo o investidor começar esse planejamento, menor será o esforço de poupança, pois terá o tempo e o efeito dos juros compostos ao seu favor. “Procure uma instituição financeira na qual você confia e que esteja alinhada com seus princípios. A maioria dos planos podem ser contratados de forma digital. Para tanto, é essencial que você se informe sobre o plano e, caso deseje tirar dúvidas, busque orientação do consultor/especialista para auxiliar na tomada de decisão”, afirma.

Cooperativas de crédito oferecem taxas menores

Para começar um plano de previdência privada basta ter um CPF. Porém, antes de investir, é necessário avaliar a instituição financeira escolhida e a modalidade de plano ofertada, já que são inúmeras opções disponíveis no mercado. Os planos de previdência aberta, como o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), são comercializados por bancos e seguradoras, instituições com fins lucrativos. Por esta razão, uma das características presente nos planos é a cobrança de taxas maiores, como por exemplo, taxa de administração, carregamento e performance. Os planos são destinados ao público em geral, ou seja, sem a necessidade de vínculo específico com a instituição.

Já os planos de previdência fechada, como os instituídos e patrocinados, são oferecidos por instituições sem fins lucrativos, como cooperativas de crédito, entidades de classe e empresas. Logo, as taxas que incidem nessa modalidade de plano tendem a ser menores que a média de mercado. Os planos são exclusivos e destinados a um público específico, com benefícios diferenciados.

 

Fonte: Cooperativismo de Crédito

Redação Redação

Redação Redação

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

junho 2022
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Redação Redação

Redação Redação

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado