Cidade Saúde Super Destaques

Início do período chuvoso requer atenção redobrada da população para evitar proliferação do Aedes aegypt

A Gerência de Controle da Dengue, da Secretaria Municipal de Saúde, continua trabalhando em diversas frentes para conter os casos de arboviroses (dengue, chikungunya e o zika vírus) em Sete Lagoas. A atuação contínua tem operação de bloqueio com inseticida, mutirão de limpeza e acompanhamento nos imóveis quando, até o fim de agosto, foram mais de 104 mil visitas dos agentes comunitários de saúde (ACS).

As informações disponibilizadas pela Vigilância Epidemiológica formam o boletim da 34ª semana do ano e as ações, que também envolvem outras secretarias da Prefeitura, garantiram uma situação favorável quanto à proliferação dos transmissores das doenças. “No início do ano a situação era preocupante, mas houve uma queda muito grande na frequência de casos notificados de dengue. Um reflexo do trabalho conjunto que é realizado em todas as regiões da cidade. Porém, a população deve colaborar e continuar combatendo os focos do mosquito transmissor”, avalia o secretário municipal de Saúde, Dr. Flávio Pimenta.

Até o fim de agosto foram notificados em Sete Lagoas 449 casos suspeitos de dengue, sendo 22 confirmados e 427 descartados. Foram notificados ainda quatro casos suspeitos de zika vírus na população em geral, sendo todos descartados. Também foram notificados dois casos suspeitos de chikungunya, e todos também foram descartados. “Os locais de reprodução do vetor devem ser eliminados. Precisamos da ajuda da população, pois todos os levantamentos anteriores mostraram que a maior parte dos criadouros estava dentro das residências. A atenção ainda deve redobrar quando chegar o período chuvoso”, alerta Adriano Souza, do Centro de Controle das Arboviroses.

AÇÕES
Nas quatro semanas de agosto o bloqueio de inseticida foi realizado nos bairros CDI, Fátima, Padre Teodoro, São Francisco de Assis e Vila Brasil. Nos primeiros oito meses do ano os ACS visitaram 104.447 imóveis, o que corresponde a 84,3% de cobertura de todo o município. A equipe também trabalha em 186 pontos estratégicos como siderurgias, cemitérios, floriculturas, ferros-velhos, borracharias, transportadoras e outras unidades que oferecem risco para a proliferação do Aedes. Nestes locais, a cobertura chega, em média, a 183 visitas por ciclo.

A Gerência do Controle da Dengue, em parceria com as secretarias de Obras, Meio Ambiente, Codesel e o CCZ, continua com o mutirão de limpeza nos pontos mais críticos do município, com a disponibilização de máquinas e caminhões com o objetivo de diminuir a infestação do mosquito Aedes Aegypti, o mosquito flebótomo e o caramujo africano.

Os agentes de endemias do setor de Mobilização e Educação em Saúde seguem com ações junto à população, visitando casas nos bairros onde existe alto índice de infestação e maior número de casos notificados das doenças. A mobilização também envolve parceiros públicos e privados que, por meio de mídias sociais, e-mail e site institucional, divulgam e compartilham todo o material de campanha de conscientização sobre o Coronavírus e as Arboviroses.

ZONA RURAL
A Secretaria Municipal de Saúde também realiza o Tratamento Focal e LIA (Levantamento de Índice Amostral) nas localidades da zona rural. Somente este ano já foram vistoriados 3.636 imóveis nas localidades de Brejão, Estiva, Fazenda Velha, Goiabeiras, Lontrinha, Lontrinha I, Quintas do Lago, Residencial Pôr do Sol, Riacho do Campo, Silva Xavier e Tamanduá.

DENÚNCIAS
Continua o atendimento às denúncias por meio do Disque Dengue (160), pelo telefone 155 da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e das notificações de situações de risco encaminhadas pelos supervisores. O Disque Dengue recebeu 161 denúncias em 2021 e todas foram verificadas.

Renato Alexandre

Prefeitura de Sete Lagoas – Ascom

Eldorado1300

AGENDA

junho 2022
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Redação Redação

Redação Redação

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado