Saúde

Hábitos alimentares podem agravar ou amenizar efeitos do bruxismo; veja dicas

ALÍVIO – Incômodos levaram a professora Carolina Santana a procurar ajuda: uso de placa miorrelaxante trouxe de volta o sono mais tranquilo

Quatro em cada dez brasileiros têm bruxismo. Quase sempre associado ao estresse, o hábito de ranger ou pressionar os dentes de forma involuntária cresceu ainda mais durante a pandemia. Não há cura e até mesmo crianças podem ser afetadas. Mas nada de desespero! Mudanças simples, como na alimentação, podem aliviar o estrago.

A primeira medida é descobrir a origem do problema. Crises de ansiedade e pressões no trabalho ou familiares podem desencadear o bruxismo, agravado pelo consumo exagerado de cafeína, tabagismo, roer as unhas e até por medicamentos.

Quatro em cada dez brasileiros têm bruxismo. Quase sempre associado ao estresse, o hábito de ranger ou pressionar os dentes de forma involuntária cresceu ainda mais durante a pandemia. Não há cura e até mesmo crianças podem ser afetadas. Mas nada de desespero! Mudanças simples, como na alimentação, podem aliviar o estrago.

A primeira medida é descobrir a origem do problema. Crises de ansiedade e pressões no trabalho ou familiares podem desencadear o bruxismo, agravado pelo consumo exagerado de cafeína, tabagismo, roer as unhas e até por medicamentos.

 

Fonte: Hoje em Dia

Eldorado1300

AGENDA

junho 2022
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Redação Redação

Redação Redação

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado